SEGUNDA MÃE – por Edson Neves

Recém formado chorava muito ao deixar a terra e a família.

O aeroporto Palmares ficara para trás…

Iria dar um pulo para o futuro incerto…

Estava sozinho.

Ouviu a batida na porta do Hotel.

Era um senhor, pai de 13 filhos…

Alagoano, foi logo dizendo:

Pegue seus pertences, você vai para minha casa.

Não o conhecia. Nova surpresa…

A dona da casa falou…

– A casa é sua, meu filho!

Fazia frio – o nordestino estranhou

Mas suportou. Sentia prurido, insônia,

Doença? Saudade.

Encontrara alguém que poderia amá-lo.

São Paulo, 26 de abril de 2004

Anúncios

2 pensamentos sobre “SEGUNDA MÃE – por Edson Neves

  1. Meus queridos
    Acho que Edson merece um capítulo a parte. Foi, como disse Mamaia, mais um irmão. Estou recolhendo junto ao Juraci, quem o primeiro o conheceu,alguns dados. Assim que estiver pronto, mando para Maíra. Ser humano incrível que merece todo o nosso respeito e carinho e que vale a pena conhecer, nem que seja através de lembranças.

  2. Este texto quem escreveu foi o próprio Edson. Quando ele faleceu, a Wanda, viúva dele, entregou-o à mamãe. Muito lindo!
    O Edson foi uma pessoa maravilhosa. Mais um irmão nosso, que deixou muita saudade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s