ALMERINDA – HISTÓRIA VERÍDICA

Almerinda era uma pobre moça que vivia de favor em casa de Julita.

Pau para toda obra, fazia de tudo naquela casa. À frente da casa (sala) era a mercearia e do lado esquerdo se entrava para o interior.

Como dizia Merinda – como era chamada – também ajudava na venda, apesar  de não saber ler. E para ver se tinha mais folga, o “seu” Methodio resolveu testar os conhecimentos da sua aluna. Coitada da pobre Almerinda!

O nosso amigo pegou um lápis e escreveu no papel de embrulhos, em cima do balcão, o nome dele – Methodio… se voltou para a atrapalhada criatura e perguntou:

– Que nome é este, Merinda?

Começou a soletrar à moda do nordeste:

– Meme- tho- to- di-di-o.

A pobre moça repetiu o soletrado e o próprio Methodio tornou a soletrar.

– Vamos Merinda: Me-me-tho- to-di-di-o.

Almerinda depois de muito pensar e novamente:

– Já sei!…Idiota.

E o “seu” Methodio, chateado, triste, aborrecido e magoado, falou:

– Eu sou mesmo um idiota em perder tempo contigo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s