Memórias da Vovó Dina – NILCE E GRANJA – AIDIL E PAULO

Duas irmãs completamente diferentes no gênio e no modo de ver a vida.

Nilce amava o primo a quem ela chamava Duardinho, mas ele não dava mínima a ela.
Edvaldo vivia com a mãe e um irmão. A Nilce tinha mais irmãos.

D. Ester ficou viúva quando Aidil era menina ainda. Devia ter uns onze anos. Foi uma vida sacrificada da pobre mulher.

Mas voltando às duas: o Edvaldo um dia foi me visitar e eu o interpelei sobre a Nilce: – Por que ele não a queria, sabendo do amor que ela nutria por ele?

Ele prometeu pensar no assunto e…. casaram para felicidade deles e aborrecimento da Olivia, mãe do nosso protagonista.

Casado o outro irmão, Edberto, a mãe em má hora foi morar com eles. Acontece que a nora não se “bicou” com ela. Então o “cristo” foi a Nilce.

O Edvaldo trabalhava no B. B. e foi indicado para União.

Fomos para lá. O Anthenor era inspetor (não sei se era esse o nome) de subagências. Fomos para União de mala e cuia. Aonde ele ia, levava a família.

Gostei muito principalmente por causa da Nilce.

Um belo dia encontrei-a chorando. Quis saber o motivo e ela me disse do desprezo com que a sogra a tratava.

– Por que você não conta a Edvaldo, Nilce? Afinal de contas ele é seu marido e filho dela.

Foi o que a menina fez. Ele foi me ver e contei tudo que estava acontecendo em sua casa.

Ele falou com a mãe e eu arranjei uma inimiga.

Aidil casou com o Paulo e Anthenor o trouxe como contínuo para o B.B.

Não tiveram filhos, mas em Itajubá a casa deles era o escoadouro dos meus filhos mais velhos. Também foi para mim um grande braço direito nos momentos em que mais necessitava.

Quando eu tive Haydée em Ouro Fino, a tia Haydée me disse que tendo outro filho, não a chamasse mais. Levei a recomendação ao pé da letra e quando foi para a chegada da Siomara, pedi a Adalzinda, mulher de Ernesto Jatobá que me viesse ajudar.

Depois desse drama é que chegou Aidil em Itajubá.

Que Deus na Sua Bondade infinita os abençoe a todos, estejam aonde tiverem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s