RODRIGO ARAÊS

Estava com as tias enquanto sua mãe havia ido visitar o pai no Sanatório.

Sei que foi pedir muito a elas, mas a ocasião nos obrigou a isso. Deus sabia o sacrifício delas e as abençoou.

Mas voltando à vaca fria, quero dizer, a história do Rodrigo que teria nesta ocasião seus 2 anos ou um pouco menos.

Tia Ester fazia a papa e ia dar ao Rodrigo junto da irmã que estava labutando, como sempre, na máquina de costura.

Tia Ester costumava perguntar: – Tá bom, Di?

E ele respondia: – Tá oti, tia Idé, tá oti.

E a tia reclamava: – É isso mesmo. Eu faço e a Haydée é que leva os louros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s