SÃO PAULO, 1960 – Av. Dr Altino Arantes, 524

Nossa primeira casa era grande, mas pequena para uma família com tanta gente. Com a nossa vinda para cá, Araken e Percival, que já moravam aqui, vieram se juntar a nós e assim éramos os 12 filhos e o belo casal, além do cachorro Fiel.

No térreo ela tinha uma sala de visitas, de jantar, um lavabo e uma cozinha, além de uma varanda. Logo na entrada da sala tinha uma escada de mármore branco que dava para os três quartos do andar de cima. Logo à direita o nosso quarto; no corredor o primeiro quarto era pequeno e lá ficaram Regina e Failde, depois vinha um banheiro grande e no fundo um quarto grande onde ficaram: Anajas, Haydée, Siomara, Aroni e Ester. Foi necessário 2 beliches e uma cama, além de um guarda roupa. E os meninos? Onde? Foi necessário fazer um quarto ao lado da garagem e lavanderia, pois o quarto da empregada era muito pequeno. Lá foram colocados três beliches e prateleiras para os livros. Como vê, o aperto era grande, mas a felicidade era bem maior.

Nossa casa continuou recebendo os parentes e amigos. Além dos que vinham semanalmente, tinham os hóspedes que não eram tão raros. Uma época veio Rodrigo e Zeza, “seu” Nozinho e d. Alderita, pais de Zeza. Ele havia se operado e foi ficar conosco para se recuperar da cirurgia. Instalaram-se no quarto da Regina e Failde que foram dormir com as outras irmãs.

Rodrigo e Zeza dormiam na sala, ele no chão e ela no sofá. Quantos dias ficaram, não me lembro.

Vieram também, não sei se antes ou depois, tia Ester, tia Haydée, Juraci e Marinete. Marinete tinha vindo se consultar com o Dr. Mauad aconselhado pelo Edson para saber porque não engravidava (isso foi antes do Edson vir morar em São Paulo).

Mas voltando à casa, lembro que era um sufoco tanta gente e no começo não tínhamos empregada, lavava a roupa da casa e as meninas ajudavam a passar a ferro, além de ajudar na cozinha e arrumação da casa. Ficamos nessa casa 7 anos e nela casaram Araken, Percival, Aroni, Regina e Failde.

Em 1966 Anthenor comprou uma casa na mesma rua e reformou-a. Fomos para ela em 1967 e lá moramos 18 anos.

Como disse, não nos faltava visitas, especialmente os queridos Edson Neves e Ivan Sotero. Era um prazer recebê-los. Não existe substituto para os amigos, principalmente quando os consideramos como filhos do coração. Todos os domingos vinham almoçar conosco. Depois apareceram Galvão, Fernando Cunha e Jairo. Só o Galvão ficou. Jairo foi para Pernambuco e o Fernando voltou para Maceió.

Aroni foi a primeira a se casar e acertou em cheio.

Com a ida do Juraci como promotor de Natercia, os filhos iam passar as férias lá. Araken e Percival logo se encantaram com as mineirinhas Maria Antonia e Mariana e o resultado vocês conhecem. O casamento de ambos foi em Poso Alegre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s