TRECHO DE UM DISCURSO

…Jararaca fez e declamou. Meu avô Agérico tinha a gravação num disco de 78 rotações.

Jararaca era o pseudônimo de um bom compositor de cocos e emboladas que fez muito sucesso no Rio de Janeiro. Como parceiro, tinha Ratinho, um ótimo saxofonista. Era uma boa dupla. Ninguém se compara aos dois hoje em dia, por mais que queiram.

Eles se chamavam: Jararaca (alagoano de boa cepa) era Calazans e Ratinho, Severino Rangel Ratinho, era pernambucano.

Mas como eu dizia ou escrevia, discurso esse que, infelizmente, só decorei uma parte.

Foi durante a revolução de 30. Ele, Jararaca, foi o maior crítico da “grande” revolução organizada pelo “insigne” Getúlio Vargas.

Começava assim:

“Meu povo,

Eu vou falá do momento atuá! (palmas e bravos).

Meus concidadão e minhas concidadonas.

Muieres que pegaro em arma e homes que pegaro a corrê.

Povos em gerá, sem distenção de corpolítica, como seja, os branco, os mulato e os mutilado.

Povo dos partido e das emenda. Eu quero abrangê a todos nessa circonferença. A todos que correro e concorrero.”

Infelizmente só decorei até aí. O resto só Deus sabe onde anda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s