CASABLANCA, O FILME

Fomos ao cinema Floriano, Anthenor, um amigo Luiz e eu.

O filme era Casablanca, isso nos idos dos anos 30, em Maceió.

Os dois conversaram o tempo todo que durou a projeção do filme. Só eu prestei atenção ao que se passava na tela.

Quando terminou, os dois perguntaram se tinha gostado e se podia contar o que tinha acabado de ver. E eu, educadamente respondi:

– Era só o que faltava! Vocês conversaram o tempo todo e agora querem que eu conte o filme, nem agora nem nunca vou perder meu tempo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “CASABLANCA, O FILME

  1. Esse caso me fez lembrar quando estava grávida da Neili e fomos eu e Teca assistir Indiana Jones, o primeiro. Atrás de nós sentou um casal.O rapaz já havia assistido e ficava falando para a companheira o que ia acontecer, talvez com a intenção de tranquiliza-la. Quando chegou a hora que o “nativo” com a espada ou o que valha vai matar o Indi, ele irradia: “- Não se preocupe, ele mata antes.”Prá que? virei para trás e falei “muito calmamente: “- eu paguei para assistir o filme.” Não ouvi mais um pio até o fim da sessão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s