18/Junho/71 – Londres


O nosso “tour” foi um troço, podia ter sido uma fábula, a chuva caiu desde a véspera e não parou mais.

Londres vale a pena ser conhecida, de ônibus, a pé, de automóvel, seja do que for. É grande, tem espaço, beleza e apesar de chamarem o inglês de antipático, tem simpatia. As ruas, as casas, os edifícios públicos, praças, jardins e parques foram construídos bem antes e pouco depois da Rainha Vitória. O que está estragado foi por causa da guerra e, diga-se de passagem, muito pouca coisa não foi reconstruída. Eles aproveitaram até as pedras e tijolos, para que a restauração fosse quase total.

É mais fácil para o londrino fazer outra rua, se tiver que homenagear alguém, do que mudar nome de alguma. Trago os nomes de ruas de comércio mais barato e mais caro, na medida do possível, não sei se pode fazer de outra maneira.

Para conhecer Londres (não a Inglaterra) é preciso fazer um curso completo de urbanismo. Praças, monumentos, casas residenciais, edifícios públicos, parques – tudo tem a sua história. O Parque que a Rainha Vitória entregou ao público é que apelidaram de “parque da libertinagem”, é o maior e o mais bonito (o nome é Hyde Park). Anexo a ele está a Praça dos Oradores onde qualquer fulano pode falar o que quiser, até falar mal da Rainha. Do lado direito de quem entra está o cemitério de animais. Uma tumba custa 100 dólares, enquanto que para uma pessoa (ou um marido, como maldosamente falou o guia), custa 80 dólares.

Palácio de Buckingham, residência oficial da família real em Londres.

O Palácio de Buckingham, que é residência oficial da rainha, fica no Green Park. Num outro Palácio, em outro parque, vive a irmã da rainha. A irmã mais poderosa doou-o à irmã mais simples (figurado).

Abadia de Westminster – é um sonho de mendigo (O príncipe e o mendigo).

Abadia de Westminster

A Catedral de São Paulo – tem a sua história como tudo nesta terra. Foi construída por Guilherme, o Conquistador, e na última guerra foi atingida por bombas. Como haviam pessoas lá dentro, guardando o tesouro inestimável que é aquilo, foram mortas. No local fizeram uma laje simbólica da tragédia. Tem também, sob um grande e bonito dossel, em frente ao altar-mor, um túmulo em homenagem aos soldados americanos, mortos em defesa da Inglaterra. Atrás do túmulo, dentro de uma urna de vidro, está um enorme livro com os nomes dos heróis. Ali não se fala, é respeito total. A igreja tem túmulos de bispos, heróis e homens célebres, somente anglicanos, enquanto que na Abadia tem de outras religiões. É preciso notar que todos estes túmulos são simbólicos. Na Abadia tem alguns reis enterrados, atrás do altar-mor e no centro em frente à porta de entrada para as cerimônias de coroação, no chão, cercado por um canteiro de papoulas, que é a flor de luto na Inglaterra, está uma laje preta onde estão os ossos do soldado desconhecido. Ali é proibido pisar, mesmo nas festas que lá se realizam. A homenagem é simples, mas nos toca o coração.

Eles homenagem grandemente a Roosevelt. Perto da embaixada dos Estados Unidos tem uma estátua, em tamanho grande, em pé, do referido americano. A única coisa que é intrusa lá é uma porta, construída no tempo da Rainha Vitória, para a entrada do parque ao Palácio.

Big Ben

No dia da inauguração a rainha ficou uma onça, pois a porta era pequena para a carruagem entrar com facilidade, era muito estreita e mandou tirá-la e a reconstruíram em outro local, não tem utilidade, apenas beleza, e marca o início da Oxford Street.

Big Ben

Tentamos ver a troca da guarda, mas como sempre, a chuva nos prejudicou 100%. Voltamos ao hotel, almoçamos e saímos ver a Catedral de São Paulo e a Torre Londres. Nem de propósito, a chuva aumentou.

A Catedral ainda conseguimos ver, mas a Torre não, somente as joias reais e às 17h30 voltamos ao hotel e não saímos mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s